Meio&Mensagem
Publicidade

Recado da Nasa: vamos a Marte!

Pronto, simples assim. Tipo, agora não tem volta.

Pyr Marcondes
12 de março de 2017 - 11h55

É só uma questão de tempo, pouco tempo. Os preparatórios estão em estado avançado. A NASA não está brincando em serviço. O recado foi claro e limpo aos presentes no SXSW. Em sua primeira fala de abertura do painel “Humans, Robots + Microbes: The Challenge of Mars”, Monsi Roman, uma microbiologista da agência espacial norte-americano, mandou: vamos a Marte!

Pronto, simples assim. Tipo, agora não tem volta.

O painel ilustrou alguns dos passos e processos que estão em andamento para que cheguemos lá. Nele aprendemos que os micróbios do título serão vitais para proteger os astronautas no ambiente adverso de Marte, bem como terão que ser monitorados para que não cheguemos no Planeta Vermelho logo já contaminando tudo por lá.

Os robôs do mesmo título do painel serão simplesmente fundamentais para tudo. Eles comandarão no local a instalação prévia de toda a base espacial que receberá os astronautas e será sua casinha enquanto estiverem fuçando coisas de ciência por lá.

Os robôs vão numa viagem não tripulada antes e montam o circo.

Sozinhos. Depois vão os seres humanos.

A viagem dura seis meses. Não é exatamente pertinho. Por isso ter tudo pronto quando os caras chegarem lá é tão logisticamente importante. Será a primeira vez que a NASA adota esse procedimento e Robert Ambrose, outro cientista do grupo, Ph.D em engenharia Mecânica e o cara que ajuda a cuidar da parte dos robôs, nos explicou animadinho que essa sacada vai fazer uma enorme diferença para o sucesso do projeto. Tem robô de todo tipo. Máquinas que parecem caminhões, mas são robôs. Até androides, que parecem seres humanos, mas também são robôs.

Deu seu relato também Jonathan Silberberg, um produtor de Hollywood que já ganhou alguns Emmys e tem seu forte nos documentários, responsável pela série Mars, do Net-Geo, entrando em sua segunda temporada, que tem como mérito misturar depoimentos sobre a realidade científica de Marte, colhida com gente como aquela que dividia o palco com ele ali, com cenas de ficção de atores que interpretam uma hipotética ocupação do Planeta. Uma contribuição legal para nós que precisamos tanto de storytelling para nos encantar com as coisas.

Ou seja, o Homem vai voltar ao espaço para onde não vai desde a última viagem do programa space shuttle, da NASA, realizada em 2011. Será a primeira vez que iremos a um outro Planeta, depois de mais de 90 missões tripuladas para o espaço (a maioria delas feitas pela Rússia, acredite). Mais um passo importante para o Homem, sempre em busca de conhecimento e da vaga esperança de que não estejamos sós nesta vida.

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”

Comentário: Nenhum comentário

Deixe seu recado

Patrocínio