Meio&Mensagem
Publicidade

Trump country here we go again

Donald Trump continua presidente dos Estados Unidos. Atravessou um ano de escândalos, de espionagem russa, de casos amorosos com atrizes da indústria pornô. A economia está bombando e tudo bem.


3 de março de 2018 - 13h02

SXSW 2017. Donald Trump tinha pouco mais de um mês como presidente dos Estados Unidos. Desembarcamos no aeroporto de Houston, fila do passaporte. Dependurada no teto do imenso salão, uma gigantesca bandeira americana. Seria a minha primeira vez no Texas. Um estado de fronteira com o México. Na imaginação, um lugar de rancheiros, de petroleiros, de carros grandes, de parking lots vazios, de gente andando de chapéu e revólver na cintura.

Austin é outra coisa. É Texas, mas é outra coisa também. Logo nas primeiras palestras que assisti, deu para sentir que a cidade mais prafrentex do Texas estava meio em choque ainda. Aquele estágio em que a coisa toda ainda parece mais sonho ruim do que realidade. Obama, o cara que tinha acabado de deixar o salão oval era uma pessoa SXSW. Donald Trump não combinava com aquele universo da tecnologia que salvaria o mundo.

SXSW 2018. Donald Trump continua presidente dos Estados Unidos. Atravessou um ano de escândalos, de espionagem russa, de casos amorosos com atrizes da indústria pornô. A economia está bombando e tudo bem. Business as usual. SXSW deve ter brasileiros saindo pelo ladrão – que bela expressão para os tempos de cá. Estarei lá de novo. Repeteco.

Lembro de ter achado meio overrated nos dois primeiros dias. Reclamava das filas e de painéis meio sem graça. Até que ouvi Bruce Sterling, até que entrei em salas meio sem querer e meio sem querer levei um tapa na cara com o que estava ouvindo. Passei o ano fazendo download de livros e podcast de gente que ouvi por lá. Usei SXSW em reunião, em concorrência, na vida. Fico olhando para os meus dois filhos pequenos e pensando nos robôs que vão tirar o emprego deles, na renda mínima universal que pode trazer algum alento.

Estou animado por poder estar lá de novo. Obrigado, Tribal. Já marquei na agenda o Bruce Sterling e seu monólogo de uma hora exata no salão principal do centro de convenções. O que será do #metoo por lá? Quais as novidades em interface de voz? Se até acionistas da Apple estão cobrando uma posição sobre o uso de tecnologia para crianças, o que o SXSW tem a dizer sobre o tema? De novo, tenho dois pequenos em casa e isso me interessa muito. O que posso aprender para usar com Natura, Nextel, Santander, Pepsico e todos os clientes da agência? E as Smart Cities? A tecnologia e a cidade me fascinam. Espero que um ou dois leitores acompanhem por aqui o que estiver vendo por lá. Trump country here we go again.

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”

Patrocínio