Meio&Mensagem
Publicidade

Um SXSW mais humano de verdade

A avalanche tech dos outros anos só serviu para aumentar o FOMO entre os participantes


11 de março de 2018 - 12h49

(Crédito: reprodução/Pexels)

E não é que o mood geral do SXSW este ano está realmente muito humano e emocional? Palmas para os organizadores que devem ter notado que a avalanche tech dos outros anos só serviu para aumentar o FOMO (fear of missing out) entre os participantes. Um público tech e inovador, sufocado por big data e ferramentas sociais, e por isso sedento por aprender a dominas as técnicas das relações olho no olho, com calor social e com lugar para vulnerabilidade.

A incrível Esther Perel, a psicoterapeuta belga especializa em terapia de casais (sim você ouviu terapia de casais) foi uma das primeiras a palestrar. E pontuou que num mundo conectado, os sentimentos vieram para ficar e são as novas estrelas. “A qualidade das nossas relações, determinam a qualidade das nossas vidas”, disse ela com muita inspiração. E ela ainda alfineta: “com qual frequência você comparece nos seus relacionamentos, e com qual frequência você comparece com emojis?”.

Se as relações humanas mudaram tanto nos últimos anos com a revolução digital, as relações entre marcas e pessoas também sofreram este impacto. Sob esta ótica, afirmo, toda marca hoje deve ter hoje um especialista de relacionamento, uma profissional de relações públicas para ajudar em possíveis crises e ajudar ‘o casal’ a engajar de verdade.

Ainda sob a humanização do festival, Daniel H. Pink, escritor do best-seller ‘When”, fez uma apresentação irretocável, explicando para o público que em geral vive alienado – em reuniões infindáveis por 24 horas por dia em suas start-ups e corporações – que escolher o melhor horário para se fazer as coisas importa.

Em resumo, de manhã estamos vigilantes e mais felizes, foque em atividades analíticas. Após o almoço, mostra o estudo com mais de 500 milhões de tweets em 24 países, estamos mal humorados, foque então na atividades administrativas simples. E no final da tarde a noite, nosso mood melhora um pouco, estamos mais animador e abertos para o novo, que tal focar em atividades que geram insight como brainstorming?

Um tapa na cara apreciado pela platéia acostumada a não priorizar o fator humano para melhorar o seu dia-a-dia do trabalho.

A cereja do bolo do SXSW deste ano, bem recheado com relacionamento? Quer um ser que se relaciona melhor que um cachorro, que está sempre enaltecendo o seu dono e o outro? Pois então, o cachorrinho robô Aibo da Sony tem uma fila enorme para levar umas carícias da cabeça, e é simplesmente incrível ver a galera hard tech se soltar e praticar empatia. Com um robô, mas já é um grande passo.

Parabéns SXSW pela curadoria, relacionamento é a nova moeda da era digital, e sinto que vocês abriram a porta do cofre.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • South by Southwest

  • SXSW

  • SXSW2018

  • SXSWnoMM

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”

Patrocínio