Meio&Mensagem
Publicidade

Inovação que liberta

Sigo totalmente aberto ao novo e com muita vontade de escutar ainda mais sobre inovação


15 de março de 2022 - 9h55

Crédito: Shutterstock

Chegar em Austin e sentir uma cidade respirando inovação foi realmente arrebatador. Ruas movimentadas e uma intensa programação esperam todos que vem por aqui.

Eu me propus a escutar diversos temas e, escolhi como primeira mesa redonda, uma que falava sobre o processo e reincorporação à sociedade de presos depois do período de detenção. Achei que poderia escutar um tema novo, não necessariamente conectado com os meus objetivos principais de estar no SXSW. Mesmo assim, a conversa com a Rosemary Nidiry, vice-diretora de uma ONG que que trabalha com promotores comprometidos com a reforma da justiça, entregou muito mais do que eu esperava. 

A primeira surpresa foi escutar os mesmos problemas que temos no Brasil, apesar de certamente ser em uma escala  diferente da nossa. Eles falaram muito sobre a condição precária das penitenciárias e o tratamento recebido pelos presos, que não ajudam em nada na reinserção social. 

Mas o que mais me chamou atenção foi um fato que me veio à mente –  que o isolamento e falta de programas educacionais voltado para o futuro faz com que essas pessoas voltem às ruas desatualizadas e com maiores problemas na interação social, situação que leva ao fracasso a volta dessas pessoas em um mundo evoluindo em uma velocidade inimaginável.

Mas e a conexão disso conosco? Além de certamente termos todos esses problemas em maior proporção no Brasil, temos que estar muito atentos para não nos prendermos aos nossos conceitos. Escolher estar “encarcerado”, seja na tecnologia, em pensamentos, costumes ou ações do passado, podem deixar qualquer um desatualizado e menos competitivo. 

Ouvir sobre o tema não só despertou o sentimento de que a tecnologia é muito importante. Mais que isso, ela é primordial para que nós consigamos nos conectar ao Zeitgeist (termo alemão que significa espírito da época). 

Ouvir na sequência a palestra da Sandy Carter, VP da Amazon Web Services,  que colocou de forma tão simples e prática os conceitos de metaverso, NFT e Web3, me fez refletir ainda mais sobre como tantos presos (sejam pela lei  ou por seus conceitos) estão ficando desatualizados e gerando menos valor para seus negócios. Após essa reflexão, sigo totalmente aberto ao novo e com muita vontade de escutar ainda mais sobre inovação em perspectivas além do marketing nesta edição do SXSW.

Publicidade

Compartilhe

Patrocínio