Meio&Mensagem
Publicidade

Saúde e bem-estar muito além da tecnologia no SXSW 2019

Humanismo. Alimentação. Política. Cannabis. A discussão sobre saúde e bem-estar se expande para temas complexos e controversos

Luiz Gustavo Pacete
4 de março de 2019 - 13h50

Uma mudança sutil pode ter passado despercebida por algumas pessoas, mas é muito significativa: este ano a track de saúde passou a se chamar Health and Medtech, explicitando que a discussão desse tema vai muito além das (fundamentais) inovações tecnológicas, entrando também em discussões complexas e muitas vezes controversas sobre o futuro da saúde.

Não é nenhuma novidade o quanto o conteúdo de Health cresceu no SXSW nos últimos anos – e sua principal vitrine tem sido a revolução que a tecnologia tem trazido para o setor, através da inteligência artificial, realidade expandida (VR e AR), uso de dados e incontáveis inovações. Os gigantes da tecnologia (Google, Apple, Amazon, Samsung) colocaram suas armas em campo pra mostrar o potencial disruptivo em um segmento ainda tradicional e complexo. Essa discussão ainda está forte este ano, como mostram apresentações como “A Better Future Through Digital Health”, “Can Health Technology Increase Compassion?” ou “Blockchain in Healthcare: Beyond the Hype”.

Por outro lado, ganha força uma outra discussão que já estava presente em outros anos, refletindo sobre como saúde e bem-estar são influenciados por diversos outros fatores. “The Heart and Infrastructure of Cities”, “Next Great Awakening in Healthcare: The Workplace” e “Feed Your Soul: Creating Wellness & Permanent Change” são alguns exemplos de apresentações sobre o assunto. Fundamentalmente, o que está em discussão é como podemos obter melhores resultados em saúde e bem-estar resgatando o lado humano do assunto, muito além dos complexos e burocráticos processos atuais, como propõem as sessões “Reviving Healthcare’s Delivery Mechanism: Humanity”, “Design for Health: What You Need To Know” e “Reimagining the Patient, Doctor Relationship”.

“Millennials are on track to be the first generation to live shorter lives than their parents. Why? Because the things that make us sick today (diabetes, high blood pressure, obesity, loneliness, suicide, and substance use disorders) are not solved with the pills, devices, and procedures that have been the traditional focus of medical care.”, diz a descrição de uma das palestras, e coloca o tom da discussão sobre o assunto. Milhares de especialistas das maiores e mais inovadoras empresas do mundo estarão em Austin para discutir e refletir sobre o assunto. Do nosso ponto-de-vista, uma questão adicional que se coloca é: como as marcas podem ajudar nessa busca por uma vida mais saudável? OH WAIT – Tem uma apresentação sobre isso também: “How Big Brands are Improving America’s Health”. Ou essa aqui: “Marketing’s Role in the Rise of Health Activism”.

O SXSW é também um terreno de discussão política e comportamental – a presença da líder de esquerda americana Alexandra Ocasio-Cortez certamente irá abordar o tema healthcare, como foi ano passado com Bernie Sanders – e a novidade deste ano, a track de cannabis, também toca no assunto, com “Cannabis and Wellness: The Body and Beyond”.

Saúde está na moda, mas a discussão também está cada vez mais complexa. Mais um motivo pra ser um dos hot topics do SXSW 2019.

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”

Patrocínio

Mobile Partner