Meio&Mensagem
Publicidade

O futuro criado a partir do zero no SXSW Online 2021

Pela primeira vez online, SXSW promete grandes experiências nesta edição


12 de março de 2021 - 8h00

Cena do filme imersivo -22,7°C, premiado pelo Festival de Cinema do SXSW 2019 (crédito: Sandya Coelho)

Todos os anos, desde 1987, inovadores, criativos, futuristas, designers, pensadores e educadores de todo mundo têm um destino certo no mês de março: a cidade de Austin, no Texas, Estados Unidos.

Boa parte destes anos eu tenho liderado missões e jornadas de conhecimento ao evento em uma iniciativa do Institute for Tomorrow, em parceria com a Abedesign, onde heads de inovação e marketing de grandes marcas, designers e criativos dos melhores escritórios e agências fazem uma imersão completa naquele que é o milestone do nosso processo. O que se vê em Austin não fica em Austin, e sim será o futuro de todos.

Positivistas que somos, em 2020 já estávamos todos de malas prontas a caminho do aeroporto quando o anúncio do prefeito de Austin mudou a nossa rota e fomos todos para casa, onde estamos desde então. Nem o melhor futurista poderia prever a dimensão da pandemia, e um vazio imenso se fez em todos nós. Pela primeira vez em 33 anos o SXSW foi cancelado, devido a pandemia do Covid-19. Tentamos preencher o ano com todo o tipo de conteúdo, lives workshops, webinars, mas nos faltava Austin, nos faltava o South By Southwest.

Mais um março que chega, lá fora infelizmente pouca coisa mudou para melhor, mas resilientes que somos, teremos o SXSW 2021! Será Online e começa já na próxima semana – acontecerá entre os dias 16 e 20 de março na plataforma https://online.sxsw.com/event/sxsw-online, o evento é pago e ainda está com inscrições abertas.

O impacto econômico para Austin e a organização foi significativo. Estima-se que a cidade perdeu cerca de 360 milhões de dólares – números que se agravaram ainda mais em consequência do desastre climático que fez nevar como nunca por lá no início do mês e será um dos temas do festival – muitos desempregados, e uma economia criativa que não se sustentou. Mas nem por isso desistiram, e teremos um evento digital que promete conteúdo de primeiro nível, como sempre, e a presença de keynote speakers que talvez sejam inimagináveis na edição física. Ou seja: se o mundo apresenta dificuldades, especule, crie hipóteses e faça delas inúmeras oportunidades.

Apesar de ser online, o evento contará um ambiente de realidade estendida, o SXSW Online XR em uma parceria com o estúdio francês VrrOOm e diversos artistas, que se encarregaram de recriar Austin em um ambiente virtual. Foram modelados a Congress Avenue e o Red River Cultural District, o Paramount Theatre e a Rainey St. que terão painéis ao vivo, apresentações musicais, vídeos em 360º, entre outros conteúdos incríveis.

A programação do SXSW Online ocorre na web, em aplicativos para celulares, Smart TV, e dispositivos de TV conectados como Apple e AndroidTV. O conteúdo inclui streaming 24 horas por dia, sete dias por semana em cinco canais e palestras sob demanda, além das sessões de conferências, exibições de filmes, apresentações musicais e eventos especiais que boa parte ficará no ar até o dia 18 de abril, exceto os keynotes, o que contribuirá para minimizar um dos maiores problemas da delegação ao SXSW, o FOMO (fear of missing out). Com um bom planejamento, você poderá aproveitar muito mais do evento em sua edição online. Lembrando já de outra característica essencial do South by que é deixar-se descobrir coisas novas. Provavelmente o meu top 10 do melhor que já vi será ocupado por aquilo que eu não tinha me planejado.

Naturalmente o tema da pandemia do Covid-19 norteará, para o bem e para o mal, o conteúdo do evento e as conversas. Sentimos isso logo ao analisar as temáticas do festival, que conhecemos como trilhas, e encontrarmos temas verticais como A Nova Urgência, o Renascimento do Negócio, Resiliência Cultural, Transformando o Cenário do Entretenimento, Conexão e Desconexão, Desafiando o Caminho da Tecnologia e, obviamente, o Futuro Imprevisível.

Para um festival onde a criatividade sempre foi a moeda de troca, o papel deste skill essencial na transformação do mundo em que vivemos aparece latente este ano em causas muito mais sociais, sobre como esse mundo será reconstruído.

Quando olhamos para dentro destas trilhas podemos encontrar Melinda Gates no talk “The Big Change”, onde abordará o planejamento familiar, educação e igualdade de gênero, nos incentivando a impulsionar o progresso através do nosso micromundo. Stacy Abrams, deputada americana e criadora da Fair Fight, que teve impacto significativo nas eleições presidenciais americanas garantindo a precisão no Censo de 2020 e uma maior participação das minorias, que juntas viraram maioria e garantiram uma mudança no cenário político.

Há um movimento crescente de empresas em todo o mundo que usam seu poder e de seus executivos no propósito de proteger os direitos humanos, incluindo um apelo para acabar com a pena de morte, e esse talk contará com Sir Richard Branson e Sabrina Smith, umas das poucas americanas que se livrou da pena de morte.

O Brasil aparece com destaque na programação, desde o esperado lançamento do filme de Lázaro Ramos, Medida Provisória, ao Under the Skin que será exibido em realidade imersiva, e ótimas sessions de música, até Ronaldo Lemos, que participará de um interessante painel sobre os desafios e oportunidades apresentados ao criar uma instituição para abordar algumas das questões mais difíceis para a defesa dos direitos humanos online. A delegação brasileira, que atinge cerca de 2000 pessoas ano a ano, deve estar igualmente liderando a conexão, como comenta Tracy Mann, International Business Development do SXSW para o Brasil.

Além dos imperdíveis reports de tendências que nos orientam nas construções de cenários, como o Emerging Tech Trend Report da Amy Webb, 2021 CX Report do John Maeda, que nos orientam na deliciosa e saudável arte de especular o futuro.

Infelizmente a experiência digital não nos permite seguir juntos e perdemos assim uma das maiores riquezas do festival que é a networking. Pensando nisso, o aplicativo do evento traz uma feature que permite que você possa trabalhar em rede com outros participantes registrados na plataforma, atuando em grupos ou agendando reuniões 1:1 de hoje até o pós-evento.

Com o propósito de seguir na conversa e na construção de cenários com aqueles que acompanharão o evento, e de amplificar o que for discutido nesta próxima semana com quem não tiver a oportunidade de acompanhar, promoverei aqui uma jornada de conteúdo e espero poder contar com vocês.

Conforme tem ressaltado a organização do evento, restaure sua esperança, reinvente tudo, reescreva o amanhã. O futuro será criado a partir do zero no SXSW Online 2021.

Publicidade

Compartilhe

Patrocínio