Meio&Mensagem
Publicidade

Um padrão de organização dentro de um fenômeno desorganizado?

Há mais de um ano, vivemos diferentes fenômenos que não podem ser previstos pelas leis matemáticas


15 de março de 2021 - 18h25

(Créditos: C Technical/ Pexels)

O estudo da desordem organizada (teoria do caos) foi proposto pelo meteorologista Edward Lorentz. Ele desenvolveu um modelo que simulava no computador a evolução das condições climáticas. Levando em considerações valores iniciais, seu computador, a princípio, efetuava simulações baseadas em pequenas modificações nas condições iniciais que acarretariam pequenas alterações na evolução do quadro como um todo. Mas o que ele acabou obtendo de resultado foi o contrário. As modificações nas condições iniciais provocaram efeitos desproporcionais. Em resumo, Lorentz verificou que em períodos curtos, os efeitos produzidos eram insignificantes, porém a longo prazo, os padrões eram completamente diferentes.

Com base na leitura dessa teoria, brevemente explicada acima, chega a edição (tão esperada) do SXSW 2021. Como tecnologia, inovação e entretenimento se comportarão e ressignificarão nossas relações culturais, comerciais e emocionais no longo prazo? Motivos não faltam para criarmos expectativas. Como os temas: “A Nova Urgência”, com foco nos acontecimentos que exigiram resposta rápida nos eventos recentes, e “Futuro Imprevisível”, provocando novas ideias que inspirarão o próximo coletivo de inovadores.

Mas se você, assim como eu, tem um affair com tendências tecnológicas e negócios, a coisa vai além. Temas como ‘‘Desafiando o Caminho da Tecnologia’’, enaltecem a tecnologia como oportunidade de construção de um amanhã melhor, incluindo inteligência artificial, realidade virtual, design de serviços, diversidade, acessibilidade e reflexões a respeito de privacidade de dados. Já “O Renascimento do Negócio”, é uma releitura do que um ano imprevisível entregou como ensinamentos para remodelar e aproveitar campos de oportunidade em campos de raça, gêneros e classes. O sistema econômico encontrando oportunidades para reconstrução.

E por acaso você sabe qual foi o país que entregou 12 unicórnios em apenas três anos, levantando mais de US$ 3.5 bilhões nos últimos 12 meses? Esse país chegou em quinto no ranking global de empresas-unicórnio, sendo definitivamente um dos ecossistemas mais promissores a redor do mundo. Estamos falando do Brasil. E teremos também uma leitura aprofundada nas suas histórias, principais players, e onde estão as principais oportunidades.

A edição de 2021 do SWSX promete muito. Sendo um especialista em produtos digitais, amante do service-design e apaixonado por tendências progressistas, tenho sincera expectativa em desassociar o cunho negativo da palavra “caos” de sua teoria, que basicamente encontra oportunidades para um cenário que merece olhar diferenciado. Existe um mar de possibilidades de transformações positivas, se olharmos para dentro dos nossos principais pilares de saúde emocional e física, moradia e segurança, se apoiando em tendências de tecnologia. Nada menos inspirador e empolgante!

E você? Também está curioso?

Que venha o SXSW!

Publicidade

Compartilhe

Patrocínio